ENTREVISTA ERMÍNIA MARICATO: Arquiteta com longa trajetória de reflexão teórica e enfrentamento dos problemas urbanos,  a professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP faz uma análise profunda e reveladora da situação caótica das cidades brasileiras.

DEMOCRATIZAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES Com apenas 7,5% da população brasileira com acesso à banda larga (dado de 2009), os benefícios da convergência digital ainda são usufruídos por uma minoria. Esse e outros problemas e tendências são debatidos nos artigos do "Panorama Brasileiro da Comunicação e das Telecomunicações", lançado pelo Ipea e pela Socicom. Por Marcel Gomes

bastittiCESARE BATTISTI O que se quer agora, com o caso Battisti, é subverter as instituições brasileiras, abrindo caminho para que a governança do País seja sujeita à aprovação do STF. A Itália neofascista de Berlusconi com seu desejo de recuperar um antigo militante esquerdista é apenas uma providencial pretexto para os grupos políticos e econômicos internacionais incomodados com o Brasil. Por Rui Martins

reformaagrariaCONCENTRAÇÃO NO CAMPO A Comissão Pastoral da Terra fez uma análise da conjuntura política e avaliação dos avanços, desafios e impasses da Reforma Agrária em 2010, ano em que se encerra a chamada “Era Lula”. Em 2010, houve redução de 44% do número de famílias assentadas, com relação ao ano anterior, além da redução de 72% no número de hectares destinados à Reforma Agrária. O Incra tornou-se ainda mais ineficaz com o seu orçamento reduzido em quase a metade em relação a 2009.

 

justicaDEMOCRATIZAÇÃO DA JUSTIÇA A primeira presidenta brasileira nomeará nos próximos quatro anos, ao menos, três ministros(as) para o Supremo Tribunal Federal, tema acompanhado com preocupação pelos movimentos sociais. É preciso estabelecer um processo político democrático, marcado pela transparência, para a nomeação dos ministros, com a adoção de procedimento que permita a máxima divulgação do histórico dos juristas. Por Kenarik Boujikian Felippe e Alessandro da Silva

ENSAIO DAS ELEIÇÕES Em São Paulo, cidade com o maior colégio eleitoral do país, mais de oito milhões de paulistanos (segundo o TRE-SP) foram às urnas. Com o intuito de realizar uma pequena “cartografia facial” do eleitorado paulistano, seis locais de votação em diferentes regiões da capital, foram visitados e fotografados. Por Fernanda Pessoa

Mais artigos...

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×