Nec et elit tincidunt nunc hendrerit sit tellus amet fermentum tempus. Ac habitasse fermentum Curabitur id tincidunt natoque est Cum urna hendrerit. Convallis Integer justo laoreet id Curabitur semper ornare Curabitur feugiat ut. Risus cursus sodales consequat consectetuer tempus sociis hac accumsan vitae massa. Curabitur pede Vestibulum elit pellentesque fames orci enim Vestibulum.

 

Navalha na Carne

O Sesc Pompeia traz em maio o espetáculo “Navalha na Carne”, baseado na obra de Plínio Marcos sobre a história da relação entre uma prostituta e um cafetão.

Além da atmosfera violenta de uma zona marginal, a peça recria os conflitos de interesse, a fragilidade psicológica e a confusão na relação entre os dois. A direção é de Rubens Camelo. Com Marta Paret, Rogério Barros e Rubens Queiroz. Indicação: maiores de 18 anos.

 

Onde: SESC Pompeia

Quando: até 11 de maio, quintas, sextas e sábados às 21h30

Quanto: R$12, R$6 (meia)

Informações: (11) 3871-7700

 

Exercícios Cênicos

O Teatro da Vertigem estreia o espetáculo “Exercícios Cênicos – Estímulo a Jovens Encenadores”, idealizado por Antonio Araújo. O espetáculo segue em cartaz no espaço até dia 25 de junho e tem entrada gratuita.

Araújo foca o olhar no trabalho do encenador recém-egresso da universidade. Convidou Maurício Perussi (assistente de direção do novo projeto do Vertigem sobre o Bom Retiro, em fase de criação), Rodrigo Batista e Carolina Mendonça, três ex-alunos que se destacaram no curso de direção que dá na ECA-USP, para apresentarem seus trabalhos.

 

Onde: Teatro de Vertigem: rua Treze de Maio, 240, 1º andar, centro, São Paulo – SP

Quando: até 25 de junho, quintas, sextas e sábados às 21h e domingos às 18h

Quanto: gratuito

Informações: (11) 3255-2713

 

Os filhos da Dita

Em comemoração ao aniversário de 25 anos, o Arlequins, grupo teatral da Cooperativa Paulista de Teatro, estreia no dia 7 de maio, sábado às 21 horas, a peça Os Filhos da Dita, no Teatro Coletivo. Com direção de Sérgio Santiago e texto de Éjo de Rocha Miranda e Ana Maria Quintal, o espetáculo utiliza-se do humor e do lirismo para propor ao público uma reflexão sobre os anos de repressão vividos no Brasil e suas consequências nos dias atuais.

Com duas atrizes em cena, a montagem procura retratar momentos importantes que marcaram a ditadura brasileira. Não se limita simplesmente a rememorar os fatos, mas a refletir sobre os acordos políticos feitos durante o golpe militar e os frutos colhidos pelos herdeiros dessa época.

 

Onde: Teatro Coletivo: rua Consolação, 1623, São Paulo – SP

Quando: de 07 até 29 de maio, sábados às 21h e domingos às 20h

Quanto: R$20, R$10 (meia)

Informações: (11) 3255-5922

 

A invasão

Final dos anos de 1950, Rio de Janeiro. Um edifício em construção é invadido por integrantes de um grupo de sem-teto no local que ficou conhecido como “Favela do Esqueleto”. Esse é o contexto de A invasão, texto de Dias Gomes, que ganhou nova montagem pelas mãos do diretor Antonio Netto, da Cia. das Artes. Obra encenada pela primeira vez em  outubro de 1962, é baseada em fatos reais. Texto dos mais polêmicos das obras de Dias Gomes, A Invasão foi proibido pelo AI-5 ficando engavetado até 1978.

 

Onde: Teatro Coletivo: rua Consolação, 1623, São Paulo – SP

Quando: de 07 até 29 de maio, sábados às 21h e domingos às 20h

Quanto: R$20, R$10 (meia)

Informações: (11) 3255-5922

 

Novos coreógrafos – novas coreografias
O projeto tem por intuito a valorização de formatos diferenciados e uma apresentação que se comunique com a arquitetura da instituição.
Rampas, escadas e os jardins do CCSP são palco para as performances inéditas. A curadoria é de Letícia Cocciolito.

Onde: Centro Cultural São Paulo – CCSP: rua Vergueiro, 1000, São Paulo – SP
Quando: até 6 novembro, às 16h
Quanto: gratuito
Informações: (11) 3397-4002

Dança de rua
O Sesc Belenzinho traz a dança em suas mais variadas formas e estilos. A tradição e o folclore de danças sagradas de diversas regiões do país e do mundo são tema de encontro na unidade. Para quem gosta de dança de rua, o espaço também promove apresentações até o dia 25 de novembro, sempre às sextas, das 19h30 às 21h30 e a classificação indicativa é para maiores de 16 anos.

Onde: SESC Belenzinho: rua Padre Adelino, 1000, São Paulo – SP
Quando: até 25 de novembro, sextas das 19h30 às 21h30
Quanto: gratuito
Informações: (11) 2076-9700   

Área Reescrita
Paredes viram chão, pontes viram teto, pisca, palco. Misturados aos transeuntes, os bailarinos-intérpretes circulam e desenvolvem coreografias entre os personagens do cotidiano.

Onde: Centro Cultural Rio Verde: rua Belmiro Braga, 119, São Paulo – SP
Quando: até 16 de novembro, de segunda a quarta às 20h
Quanto: R$10, R$5 (meia)
Informações: (11) 3034-5703Pistilo

A Associação Desvio e Coletivo de Artistas Intermitente Abismo de Sonhos apresenta no próximo final de semana, dias 21 e 22, o espetáculo “Pistilo” no Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ). Sob direção de Andréia Yonashiro, o espetáculo une as linguagens da dança contemporânea e das artes visuais para abordar os relacionamentos dentro do universo homoerótico masculino. Como resultado desse trabalho, foi criada uma obra multimídia, onde projeções em vídeo funcionam como uma extensão da coreografia dos corpos.

Ao final da apresentação, os idealizadores do projeto farão um bate-papo com o público.

 

Onde: CCJ: av. Deputado Emílio Carlos, 3641, São Paulo – SP

Quando: 21 de maio às 14h e às 20h e 22 de maio às 18h

Quanto: gratuito

Informações: (11) 3984-2466

 

Seis estudos para Flutuar

Esta peça coreográfica dá continuidade à pesquisa de Zélia com a improvisação, mantendo o conceito de dramaturgia processual – procedimento característico de sua tendência estética – criada entre as ações da dança, luz, música e cenografia, permanecendo aberta ao momento da encenação.

 

Onde: Galeria Olido: av. São João, 473, São Paulo – SP

Quando: de 19 a 21 de maio às 20h e dia 22 de maio às 19h

Quanto: gratuito

Informações: (11) 3331-8399

 

Ânsia  

A Cia. Perversos Polimorfos, de Ricardo Gali e Nathalia Catharina, estreia o espetáculo de dança Ânsia, no SESC Pinheiros. Após encenar Phaedra’s Love, a companhia revisita a obra de Sarah Kane. Para construir o corpo em cena, faz um paralelo das quatro personagens da peça homônima (Crave, no original em inglês) com quatro retratos desenhados por David Hockney (David, Celia, Stephan e Ian), os redimensionando no palco. Para traduzir na forma de movimento as imagens concebidas pelos dois artistas ingleses contemporâneos, que falam sobre individualidade e solidão, a coreografia agrega várias técnicas, principalmente a improvisação e composição dança-teatro e balé clássico. O resultado foi selecionado pelo projeto de “site specifics”, o Fora do Palco, do SESC, que privilegia a performance pensada para ocupar espaços alternativos.

 

Onde: SESC Pinheiros: rua Paes Leme, 195, São Paulo – SP

Quando: de 14 de junho a 13 de julho, terças e quartas às 21h

Quanto: R$10, R$5 (meia)

Informações: 11 3095-9400

 

Curso de formação de mediadores de cultura

A atividade é gratuita e a próxima turma tem início em 5 de maio, com duração de 3 meses. É necessário estar ligado a organizações não-governamentais para participar. As inscrições podem ser feitas por email ou pelo telefone (11) 3251 5644 (ramal 2104). Focado em gestores e educadores de ONGs, o objetivo é criar repertório para que esse público mobilize as comunidades em que atuam a participarem de atividades culturais na cidade. Além disso, o curso oferece ainda um Bilhete Único para o transporte durante o período das aulas. Em agosto, o MASP oferece semana gratuita para os moradores visitarem o museu.

 

Onde: MASP – Museu de Arte de São Paulo: avenida Paulista, 1578, Bela Vista, São Paulo – SP

Quando: de 05 de maio até 05 de agosto, terça, quarta, sexta, sábado e domingo das 11h às 18h, quinta das 11h às 20h

Quanto: gratuito

Informações: (11) 3251-5644

 

Teatro de Improviso

Ficam abertas as inscrições para a oficina de Teatro de Improviso na Oficina Cultural Luiz Gonzaga, até dia 3 de maio. As atividades acontecerão de 4 de maio a 22 de junho, às quartas-feiras, das 14h30 às 17h30. Esta atividade, coordenada por Deda Zeppini, apresentará a técnica de improviso conhecida como playback theatre, que consiste em encenar experiências de vida imediatamente após estas serem contadas, sem combinação entre os atores. Deda Zeppini é atriz e diretora do Grupo Nhemaria, pesquisa há oito anos a técnica de teatro de improviso playback theatre. É formada pela Escola Ewerton de Castro e pelo Teatro Escola Macunaíma.

 

Onde: Oficina Cultural Luiz Gonzaga: rua Amadeu Gamberini, 259, São Paulo – SP

Quando: inscrições até 03 de maio

Quanto: gratuito

Informações: (11) 2956-2449

 

Fotografia digital

Inscrições abertas até dia 2 de maio para a oficina de fotografia digital na Oficina Cultural Luiz Gonzaga. Com entrada gratuita, a oficina tem inicío dia 3 de maio e segue até dia 21 de junho, às terças-feiras, das 18h45 às 21h45. Esta oficina, sob coordenação de Mauro Bonfim, apresenta conceitos, técnicas e ferramentas disponíveis na internet para utilização na fotografia digital. Mauro Bonfim é jornalista, historiador e fotógrafo, com especialização em fotodocumentário e fotografia e memória. Atualmente coordena o Centro de Pesquisa e Documentação de São Miguel Paulista.

 

Onde: Oficina Cultural Luiz Gonzaga: rua Amadeu Gamberini, 259, São Paulo – SP

Quando: inscrições até 03 de maio

Quanto: gratuito

Informações: (11) 2956-2449

walter takemoto

Walter Takemoto é educador, mora em Salvador (BA)

fabio py murta

Fabio Py Murta de Almeida é é doutorando em Teologia PUC-RJ e bolsista pelo PSDE-Capes no École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS-Paris)

cynara menezes 

É jornalista e editora do blog Socialista Morena (socialistamorena.com.br)

paulo_kliass.jpg

Paulo Kliass é doutor em economia pela Universidade de Paris 10 (Nanterre) e integrante da carreira de especialista em políticas públicas e gestão governamental, do governo federal.

decio-semensatto.jpg

Décio Semensatto é graduado em Ecologia e Geociências e professor da Unifesp

emiliano_jose.jpg

Emiliano José é formado em jornalismo.

alexandre matias

É jornalista e dono do site Trabalho Sujo (www.trabalhosujo.com.br) e também mantém um blog na UOL (matias.blogosfera.uol.com.br)

marcos_bagno_gray.jpg

Marcos Bagno é linguista, escritor e professor da UnB – marcosbagno.org

 

Gilberto Felisberto Vasconcellos

Gilberto Felibesrto Vasconcellos é jornalista, sociólogo e escritor.

Renata Correa1

Renata Corrêa, (Rio de Janeiro, 1982 é roteirista, escritora e militante feminista)

Max Maciel, jovem periférico nascido e criado em Ceilândia, maior periferia do Distrito Federal, é ativista social, pedagogo de formação e especialista em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça pela Universidade de Brasília (UnB).

Yuri Martins Fontes é doutor em história contemporânea (USP/CNRS-França), com formação em filosofia e engenharia (USP); exerce atividades como jornalista e pesquisador de pós-doutorado (política internacional e teoria da história), sendo coordenador dos projetos de educação popular do Núcleo Práxis-USP.

Padre Beto, escritor, cronista, filósofo é formado em direito pela Instituição Toledo de Ensino (ITE), em história pela Universidade do Sagrado Coração (USC) e em teologia pela Ludwig-Maximillian, de Munique (Alemanha).

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×