mirian-carioca-italianaRACISMO Pesquisadora negra da UFRJ está presa pelo assassinato da italiana Gaia Molinari, mesmo sem provas o suficiente para mantê-la encarcerada e após colaborar com a investigação; movimentos sociais se mobilizam contra o racismo institucional. (Foto: Facebook)

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×