Artistas e parlamentares se manifestam em apoio à greve geral

Cultura
Typography

"Vemos tudo isso sendo retirado na surdina. É legitima a revolta dos trabalhadores e toda a população tem de se compadecer dessa luta e estar junto", disse a atriz Letícia Sabatella

Da Rede Brasil Atual

A greve geral desta sexta-feira (28) recebeu apoio de parlamentares e artistas. Organizada por diversas categorias e frente populares em todo País, contra as reformas propostas pelo governo de Michel Temer, mobilização fez capitais e principais cidades do País amanheceram paralisadas com bloqueio de vias, trancamento de terminais e estações de trem e metrô fechadas.

"Mesmo sendo oposição ao governo do PT eu me coloquei a favor da democracia. O golpe anulou o voto de milhões de pessoas, não o meu, mas o de milhões. Reconheci que os governos do PT tiraram milhões da pobreza e implantaram programas sociais e reconheceram direitos muito mais que outros governos e muito mais que esse desmonte de tudo que tínhamos adquirido desde a Constituição de 1988. Vemos tudo isso sendo retirado na surdina. É legitima a revolta dos trabalhadores e toda população tem que se compadecer dessa luta e estar junto", disse a atriz Letícia Sabatella, em entrevista À Rádio Brasil Atual.  

O cantor e compositor Caetano Veloso republicou em seu Facebook um trecho de sua música Fora da Ordem com os dizeres "Acorda, Brasil!". Ontem, a cantora baiana Gal Costa cancelou show devido à greve geral. A apresentação, parte da turnê Estratosférica, estava marcada para as 19h de hoje, na concha acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador, mas será remarcada.

Leia mais:

Caros Amigos apoia a greve geral nesta sexta-feira (28)

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

Paralisação já é a maior da história, segundo a CUT

País amanhece em greve geral contra as reformas de Temer

"Hoje é um dia histórico para a classe trabalhadora brasileira. Nenhum direito a menos", publicou a deputada Erika Kokay (PT-DF) em sua conta no Twitter. "A mídia esconde, mas vamos mostrar durante todo o dia q o povo brasileiro ñ aceita os desmontes do governo golpista!", disse em alusão a cobertura da mídia tradicional sobre os protestos.

A também deputada Maria do Rosário (PT-RS) saiu às ruas para apoiar os protestos e auxiliar na mobilização. Em seu perfil no Twitter, ela disse estar "no lugar certo da luta: ao lado das trabalhadoras e trabalhadores do Brasil e contra as reformas." A hashtag #GreveEmBrasil está entra as mais comentadas no Twitter em todo mundo.

"A greve geral parou o Brasil e mostra a força de quem vive do trabalho. A classe trabalhadora é mais forte unida do que ricos e o governo", disse. A deputada lembrou que hoje o IBGE divulgou recorde de desemprego no governo de Temer, que já atinge 14,2 milhões de pessoas.

O também deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) usou sua conta nas redes sociais para alertar os trabalhadores que a greve é um direito e "uma garantia constitucional. Se você está sendo assediado ou ameaçado, denuncie".

Artigos Relacionados

Grupo Arte & Resistência Salvador lança música contra o golpe Grupo Arte & Resistência Salvador lança música contra o golpe
ARTE Com a voz de nove cantoras baianas, a canção avisa: 'Vai ter resistência!' (Foto:...
"Margens do Velho Chico" e as histórias de seca, violações e esperança ao longo do rio
ÁGUA PARA O SERTÃO Em quatro capítulos, especial desvenda parte do projeto de transposição...
Cultura deve democratizar a relação com a cidade, diz Juca Ferreira Cultura deve democratizar a relação com a cidade, diz Juca Ferreira
ENTREVISTA Ex-ministro dos governos Lula e Dilma assume coordenação de cultura de Belo...

Leia mais

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×