CUT e SINA fazem ato contra privatização de aeroportos na Bovespa

Typography

Manifestantes acompanharam leilão de Viracopos, Cumbica e Juscelino Kubitschek

Alexandre Bazzan
Caros Amigos

Aeroportos-iNa manhã desta segunda-feira (6), entidades sindicais protestaram em frente à Bovespa, no centro de São Paulo, contra as privatizações de aeroportos. O ato que foi encabeçado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA), contou também com a participação de militantes da Central de Movimentos Populares (CMP), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Pátria Livre (PPL).

Entre os Principais

Os manifestantes protestavam contra a privatização dos aeroportos de Viracopos, em Campinas; Cumbica, em Guarulhos, e Juscelino Kubitschek, em Brasília, que acontecia simultaneamente ao ato. Os três aeroportos combinados são responsáveis por 30% da movimentação de passageiros, 57% da carga e 19% das aeronaves do sistema brasileiro, e é por meio do subsídio cruzado que a Infraero consegue manter aeroportos deficitários com o dinheiro dos aeroportos lucrativos.

O argumento principal para a privatização é de que com o dinheiro privado pode-se conduzir mais eficientemente as melhorias dos aeroportos para os eventos que se aproximam, a Copa do Mundo e Olimpíadas.

BNDES Financia

Entretanto, os concessionários podem financiar até 80% dos seus gastos junto ao BNDES, o Banco Nacional do Desenvolvimento Social, usando dinheiro público para conduzir as obras necessárias. Outro ponto obscuro na privatização é que as obras em andamento continuam sendo de responsabilidade da Infraero. Além disso, o período de transição entre Infraero e consórcios vencedores será de 6 meses, podendo ser prorrogado por mais 6 meses, o que leva a crer que dificilmente as empresas conseguirão executar obras a tempo da Copa do Mundo, por exemplo.

Como a licitação não permitia que um mesmo consórcio ficasse com o controle dos 3 aeroportos, houve 3 vencedores distintos. Veja abaixo:

Consórcios

Empresas Participantes

Aeroporto Arrematado

Valor Pago em Reais

Invepar - ACSA

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

Investimentos e Participações em Infra-estrutura S.A. – Invepar (90%)
Airports Company South Africa SOC Limited (10%)

Guarulhos

16,213 bilhões

Inframerica Aeroportos

Infravix Participações S.A. (50%)
Corporacion America S.A. (50%)

Brasília


4.501.132.500,00

Aeroportos Brasil

TPI – Triunfo Participações e Investimentos S.A. (45%)
UTC Participações S.A. (45%)
Egis Airport Operation (10%)

Campinas

3,821 bilhões

O final do certame foi muito comemorado no interior da Bovespa, enquanto do lado de fora os manifestantes lamentavam o leilão e faziam muito barulho para aguardar a saída dos participantes da licitação. Cada pessoa de terno e gravata que saía da Bolsa de Valores era recebida com confete, serpentina e muita vaia.

A licitação ainda vai passar por etapas burocráticas como a vista de documentos e período para interposição de recurso. De acordo com o cronograma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o contrato deve ser assinado somente no mês de junho, isso se todo o processo correr sem imprevistos.

Artigos Relacionados

Eduardo Cunha é agredido por mulher em aeroporto Eduardo Cunha é agredido por mulher em aeroporto
CORRUPÇÃO Deputado cassado foi alvo de escracho no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro...
Maioria da população é contra a privatização de empresas públicas Maioria da população é contra a privatização de empresas públicas
INTERINO Pesquisa mostra que Michel Temer e Pedro Parente desmancham a Petrobras contra a vontade do...
Estudo revela privatização da educação pública no Brasil Estudo revela privatização da educação pública no Brasil
MERCANTILIZAÇÃO Na prática, muitas empresas acabam por assumir a orientação da política...

Leia mais
×