Rodrigo Maia prevê aprovação da terceirização total até quarta-feira (22)

Política
Typography

 

Maia também se diz "confiante" sobre a aprovação das reformas trabalhista e previdenciária

Da Carta Capital

O presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou nesta segunda-feira (20) que os parlamentares devem aprovar a terceirização total do trabalho até esta quarta-feira (22).

O projeto de lei 4.302, que permite a terceirização de todas as atividades da empresa, foi criado em 1998 e aprovado em 2002 pelo Senado. Se passar pela Câmara, como previsto, só dependerá da sanção de Michel Temer (PMDB). 

"Acredito que nesta semana a gente tenha condições de aprovar, entre terça e quarta-feira, a terceirização na Câmara dos Deputados. É um passo importante porque milhões e milhões de empregos hoje são gerados por terceirização", disse o presidente da Casa durante evento da Câmara Americana de Comércio em São Paulo.

Leia mais:

PUBLICIDADE
,
PUBLICIDADE

Chile suspende importações de carne bovina do Brasil após operação da Polícia Federal

Na reforma da Previdência, políticos e cidadãos não falam a mesma língua

Com Temer cada vez mais por baixo, antecipação das eleições é possível, diz Stedile

A reforma trabalhista, por ser um projeto de lei ordinária, depende apenas de maioria simples para ser aprovada (metade dos deputados votantes, com quórum mínimo de 257). Basta o apoio de 129 parlamentares.

Em 2015, a Câmara aprovou outro projeto de terceirização, mas não é este que será votado. Um acordo entre Maia e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), priorizou o projeto de 1998, cujo relator é o deputado Laercio Oliveira (SD-SE). 

O acordo se deu a pedidos do governo, uma vez que este projeto de lei está mais próximo de ser sancionado do que o aprovado em 2015, que ainda precisa passar pelo Senado.

Rodrigo Maia também se diz "confiante" sobre a aprovação das reformas trabalhista e previdenciária apresentadas pelo governo Michel Temer. Elas também devem ser votadas na Câmara, nesta sequência, nos próximos meses. 

Artigos Relacionados

Paulo Maluf é condenado no STF por lavagem de dinheiro Paulo Maluf é condenado no STF por lavagem de dinheiro
JUSTIÇA Decisão diz respeito a esquema de desvios em obras estimado em mais de US$ 170 milhõ...
OAB apresentará pedido de impeachment de Temer OAB apresentará pedido de impeachment de Temer
CRISE O presidente da OAB, Claudio Lamachia, afirmou que Temer “jamais deveria ter recebido...
Conflitos de interesse: JBS financiou 36% da atual bancada do Congresso Nacional Conflitos de interesse: JBS financiou 36% da atual bancada do Congresso Nacional
ENTREVISTA 57% dos deputados e 48% dos senadores eleitos receberam recursos da indústria de...

Leia mais

Correio Caros Amigos

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
×