Descubra qual é o segredo do Red Bull Bragantino, modelo de gestão de sucesso no futebol

Descubra qual é o segredo do Red Bull Bragantino, modelo de gestão de sucesso no futebol
RB BRAGANTINO BANDEIRA

Muito mais do que uma incrível invencibilidade, o Red Bull Bragantino vem mostrando seu futebol forte e destemido para cima de grandes times como Flamengo, Palmeiras e Corinthians. Na atual edição do campeonato brasileiro, com oito rodadas disputadas, o time conquistou cinco vitórias e três empates.

Com um início impecável e a administração comandada com sucesso pela Red Bull, o Massa Bruta já aparece com um possível candidato ao título nacional dessa temporada. Contudo, para tanto sucesso, foi necessário uma revolução que se deu com o início da parceria com a empresa de bebidas energéticas.

Sem muita expressão no âmbito nacional, o Bragantino se fortaleceu muito depois que foi comprado pela Red Bull em 2019, empresa que não entra para perder. A Red Bull tem duas equipes de Fórmula 1 e gerencia quatro clubes de futebol, sendo eles: o RB Leipzig (Alemanha), que participa sempre da Liga dos Campeões; o Red Bull Salzburg (Áustria), que sempre se destaca nos campeonatos nacionais no seu país; o New York Red Bulls (EUA), dono da melhor campanha da temporada regular da MLS (Major League Soccer) por três vezes; e o RB Bragantino, caçula da franquia, que vive um início muito promissor.

MODELO DE SUCESSO

Todas as equipes possuem o mesmo modelo de gestão, que é baseado na compra de jogadores jovens, que possam futuramente render lucro na revenda. Com isso, o negócio se torna sustentável com divulgação da marca. Por conta dessa bem sucedida fusão, Bragantino passou de uma modesta equipe com pouco poder de barganha a protagonista das janelas de transferência.

O camisa 10 do Ponte Preta foi comprado por apenas R$ 2,5 milhões e isso pode ser considerado um caso de sucesso, visto que ele está despertando o interesse de clubes Europeus e deve ser negociado em breve por um valor muito acima da compra.

Arthur comprado por R$ 27 milhões após passagem discreta pelo Palmeiras e Helinho que será contratado em definitivo por R$ 22 milhões, são ótimos jogadores que podem render alguns milhões ao time de Maurício Barbieri. Outro que se encaixa nesse perfil de negociação é o meio-campista Bruno Praxedes, que trocou o Internacional pelo valor de R$36,9 milhões.

A diretoria costuma também fechar com jogadores em fim de contrato, tal como fez com lateral direito Aderlan e o zagueiro Léo Ortiz. O segundo acabou sendo convocado por Tite, técnico da seleção brasileira de futebol para substituir Felipe durante a Copa América.

O centroavante, artilheiro do time no Brasileirão, Ytalo falou sobre a expectativa de ser campeão do Brasileirão. Ele disse “O Thiago Scuro, CEO do RB Bragantino, já disse que o projeto é de brigar por título daqui a três, quatro, cinco anos. Porém, as coisas estão correndo muito bem, mas temos que continuar com os pés no chão e trabalhando para fazer o melhor jogo possível dentro de campo”, disse o jogador.

Ele disse ainda que espera dar continuidade a essa fase e não deixar cair o rendimento do time. Ytalo elogiou muito a parceria entre o Bragantino e a Red Bull.

Esse início animador do RB Bragantino no Brasileirão deve-se também ao trabalho de Maurício Barbieri, que foi contratado no meio do ano passado para tirar o time da zona de rebaixamento. O técnico atualmente está com a bola toda, principalmente por causa do sucesso de seu time no Campeonato Brasileiro.

 

admin

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *