Julho 7, 2022

CAROS AMIGOS, FUTEBOL AO VIVO, TV E NOTÍCIAS

CAROS AMIGOS, ESPORTES AO VIVO, REALITY SHOW E NOTÍCIAS EM GERAL

As maiores estrelas da NBA de todos os tempos – Jornal Pequeno

4 min read
As maiores estrelas da NBA de todos os tempos – Jornal Pequeno

As maiores estrelas da NBA de todos os tempos – Jornal Pequeno

Foto: Reprodução

Você, leitor, pode até colocar em outra ordem, mas o fato é que estes são, enquete a enquete, os mais reverenciados jogadores da história da NBA. Comece a pensar em apostar em qualquer outro e, certamente existem outros tão sensacionais como atletas de basquete, mas em torno destes há a magia. 

Lebron James, ou se preferir, King James, é um dos, se não o principal atleta de basquete das últimas décadas. O craque é, de fato, diferenciado. Conquistou a NBA pelos três clubes nos quais jogou. Logo no começo da carreira, o craque sofreu com o mesmo problema que Kevin Durant. James deixou o Cleveland e seguiu para o Miami Heat para formar um trio com Chris Bosh e Dwayne Wade. Na Flórida, conquistou dois anéis, sendo o MVP da temporada e das finais de ambos os anos. O atleta virou ídolo em Miami, mas deixou muitos torcedores com raiva em Cleveland. Ao anunciar a saída, o camisa 23 prometeu que voltaria para a equipe e daria um título para a cidade. O resto você já sabe. Venceu a NBA pelo Lakers em 2019/20, ano da morte de seu grande amigo Kobe Bryant. Em franca atividade pode tornar-se, quem sabe, o maior.

Magic Johnson transformou um substantivo em nome próprio. O camisa 32 foi um dos poucos jogadores que atuaram apenas por um clube em toda a carreira. Foram 906 jogos e 17.707 mil pontos pelos Lakers. Sua camisa foi aposentada após o fim de sua carreira. Johnson foi um jogador fora da curva, o point-guard tinha aquilo a que acostumamos chamar de “basquete arte”, mas foi sempre de uma objetividade impressionante. O craque foi um dos integrantes do Dream Team original, que contava com , Larry Bird, Michel Jordan e outras estrelas.

Kobe Bryant foi o único jogador da história dos Lakers a aposentar duas camisas, a 8 e a 24. Kobe não é o melhor dessa lista, no entanto, é um dos que tem maior representatividade. O craque foi o sucessor de ninguém menos que Michel Jordan. Seu 1º All Star, foi o último de Jordan. Na época não ficou claro, mas foi uma passagem de bastão. O Black Mamba foi gigante até o seu último jogo, onde marcou incríveis 60 pontos. Além disso, se tornou o jogador mais velho a marcar mais de 50 tentos em um jogo. Foram cinco títulos de NBA, dois títulos de MVP das finais, uma vez MVP da temporada e 18 aparições no All Star Game.

Kareem Abdul-Jabbar foi o maior pontuador da temporada regular. Possui cinco títulos de NBA, uma pelo Milwaukee Bucks e quatro pelo Los Angeles Lakers. O atleta é muito lembrado pelo que fez em quadra e pelos óculos que usava. O motivo dele usar esse acessório era para evitar mais problemas nas córneas, já que a havia lesionado anteriormente. Abdul-Jabbar não era o atleta mais técnico da sua geração, nunca teve a habilidade de Magic Johnson, ou a precisão do arremesso de Larry Bird, mas tinha um gancho infalível. Na linha dos dois pontos não tinha para ninguém.

Preciso mesmo falar que Michael Jordan foi o maior? Durante os anos 1990, os fãs de basquete diziam que Jordan era a representação de Deus dentro da quadra. O camisa 23 foi gigante e seu legado nunca será apagado. Além disso, nunca teremos um jogador com o foco, determinação, eficiência e confiança do craque. Se hoje o basquete tem a visibilidade que tem, deve muito ao astro. Jordan foi o 1º superstar do esporte. Michael Jordan foi tudo que dizem e um pouco mais. Assistir a um jogo do atleta não era um simples momento e sim um evento. Michael Jordan mudou o rumo do esporte e determinou uma nova definição de atleta. O episódio em que jogou uma final de NBA com febre e ainda assim marcou 38 pontos é histórico. Jordan, certamente, reescreveu a história do esporte.

Claro que muitos outros jogadores foram sensacionais e podem até rivalizar com estes aqui citados, mas como dito, estes tinham a magia orbitando suas jogadas e, para além de geniais, são, ou foram, pessoas sensacionais. Nunca deixaram de acompanhar suas origens apesar da fortuna que fizeram. Gigantes!

Ver comentários

Carregando

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.